Conheça os 3 melhores métodos para gestão de estoque

gestao-de-estoque

Conheça os 3 melhores métodos para gestão de estoque

A pergunta é: você sabe quanto vale o seu estoque? A sua resposta pode ser o valor de venda dos produtos de acordo com os preços praticados no mercado.

Mas, quando nos referimos a contabilidade e a um controle de estoque efetivo, com determinação de custos e abatimento da receita liquida para encontrarmos o lucro bruto, os cálculos são diferentes. Por isso, existem métodos especiais para gestão de estoque. Confira quais são eles.

Muitas decisões da gestão administrativa da empresa se baseiam no gerenciamento de estoque. Os sistemas de controle de estoque, quando são bem operacionalizados, viabilizam a produção, agilizam as entregas, diminuem os custos de fabricação e evitam erros.

O estoque é renovado constantemente e, por conta de uma economia inflacionaria, é preciso estar atento na hora de lançar os custos das mercadorias.

Sem essa atenção toda, a contabilidade pode não atender aos requisitos da Receita Federal nas declarações do IRPJ, levando a empresa a entrar na malha fina. Ou seja, o método de gestão de estoque afetará o  cálculo do lucro em um determinado período contábil.

Para ajudar a escolher o mais correto para sua empresa, separamos os 3 melhores métodos para gestão de estoque. Veja:

Os 3 melhores métodos para gestão de estoquegestao-de-estoque

Se você quer saber como escolher um sistema ERP que cuide da gestão de estoque do seu negócio de maneira ágil e automatizada,  confira este artigo: Como escolher o melhor sistema de controle de estoque.

1. Método PEPS

O método PEPS (Primeiro que Entra, Primeiro que Sai) obedece a uma ordem cronológica à medida que as mercadorias entram e saem do estoque.

Assim, quando as vendas acontecem, dá-se baixa nas primeiras unidades que entraram, ou seja, as mercadorias que chegaram primeiro, são as primeiras a serem despachadas, seja para produção, seja na efetivação das vendas.

Neste método de gestão de estoque, usam-se os custos dos lotes mais antigos quando as mercadorias deixam o estoque, partindo para o segundo lote mais antigo e, assim, sucessivamente.

A circulação dos produtos ocorre de forma ordenada e contínua, refletindo com precisão o seu custo real.

2. Método UEPS

O método UEPS (Último a Entrar, Primeiro a Sair) segue o raciocínio contrário ao do método anterior, o PEPS. Funciona assim: o custo do estoque leva em consideração o preço das ultimas unidades que foram adquiridas e lançadas no controle de estoque.

Neste método de gestão de estoque, os preços mais recentes é que valem, já que repercutem os últimos gastos com a reposição de mercadorias.

O PEPS é um dos métodos recomendados, sendo inclusive utilizado pelo Fisco. O problema é que este método não é aplicável em todos os setores, tornando-se inviável, por exemplo, nas empresas que lidam com gêneros perecíveis como alimentos.

3. Método MPM

O método MPM (Média Ponderada Móvel ou Preço Médio Ponderado) é bastante utilizado no Brasil pela sua facilidade de implementação.

Funciona da seguinte forma: o estoque é controlado permanentemente e, a cada aquisição de mercadorias, o cálculo de custos é refeito. Somam-se os custos do primeiro lote com os do segundo lote e divide-se pela quantidade total de produtos.

Este controle faz com que o preço médio do patrimônio estocado ofereça uma rentabilidade mediana e segura.

metodos-controle-estoque
Fique atento: em termos fiscais, a legislação do Imposto de Renda permite apenas os métodos PEPS e MPM para fins de contabilização dos custos da sua empresa.
Capa 3D - Controle Estoque

Preparamos um Guia especial para você saber tudo sobre Gestão de Estoque

 

E você, qual método tem utilizado para fazer a gestão de estoque da sua empresa? Tem alguma dúvida? Deixe seu comentário!

Quem somos e o que é o SBgestor?


anuncio 2

Nós somos a SBsistemas e há mais de 12 anos desenvolvemos soluções estáveis e focadas na realidade de nossos clientes. Dentre elas está o SBgestor, o software de gestão feito sob medida para atender as necessidades reais das micro e pequenas empresas.

SBGestor é uma ferramenta poderosa e simples de usar que vai facilitar a rotina da sua empresa gerando mais controle, competitividade e economia. E mais: fazemos questão de garantir custo acessível, agilidade na implementação do sistema e um suporte qualificado que vai conquistar você!


Compartilhe esse post

Comments (6)

  • meire

    curva ABC não se encaixa ?

    8 de novembro de 2017 at 19:46
    • SBsistemas
      SBsistemas

      Olá, Meire!
      Obrigado pelo comentário.
      Neste artigo abordamos apenas os métodos mais comumente utilizados no controle de estoque.
      A curva ABC pode sim, ser aplicada, sempre que queremos categorizar os produtos que contribuem mais ou menos com o faturamento.
      Vamos aproveitar seu comentário e preparar, também, um artigo com detalhes sobre a Curva ABC. 😉
      Abraços de Equipe SB!

      24 de novembro de 2017 at 12:43
  • Nathalia

    Qual é o autor da material?
    Gostaria de referenciar
    Obrigada

    5 de agosto de 2017 at 13:40
    • SBsistemas
      SBsistemas

      Olá, Nathalia
      Agradecemos pela visita e interesse no conteúdo do Blog.
      Poderá referenciar a Equipe SBsistemas. 🙂
      Abraços e sucesso!

      5 de agosto de 2017 at 22:16
  • Alexandre

    Excelente artigo sobre controle de estoque.

    19 de fevereiro de 2016 at 23:57
    • SBsistemas
      SBsistemas

      Obrigado, Alexandre.

      17 de março de 2016 at 21:21

Comments are closed.