O que é SPED e como ele afeta a contabilidade da sua empresa

o que e SPED

O que é SPED e como ele afeta a contabilidade da sua empresa

A implantação do SPED permite que informações contábeis, fiscais e previdenciárias, até então armazenadas em papel, sejam substituídas por dados digitais, trazendo vantagens como agilidade e confiabilidade para o contribuinte e para o governo. Conheça as variações do SPED e como ele impacta sua empresa.


Mesmo que todo empreendedor esteja focado na atividade principal do seu negócio, ainda é preciso cuidar de algumas formalidades, principalmente no que diz respeito à contabilidade da empresa.

Um dos assuntos mais discutidos atualmente é o SPED e suas variações: SPED Contábil, SPED Fiscal, Nota Fiscal Eletrônica, EFD Contribuições e etc. Neste artigo, vamos esclarecer alguns pontos sobre cada um deles e como afetam a contabilidade da sua empresa.

O que é SPED

 

SPED é o Sistema Público de Escrituração Digital, que surgiu como uma solução tecnológica para padronizar e oficializar as arquivos digitais nas escriturações fiscal e contábil.

Simplificando, podemos dizer que o SPED é um software disponibilizado pela Receita Federal para que todas as empresas possam manter e enviar seus Livros Fiscais, Demonstrações Contábeis e informações previdenciárias gerados a partir da escrituração.

Os arquivos são validados através da assinatura digital e transmitidos pela internet aos órgãos de registro e aos Fiscos de diferentes esferas.

Quais são os objetivos do Sped

 

o que é Sped

 

O objetivo principal do programa é a integração dos fiscos federal, estadual e municipal, através da padronização e compartilhamento das informações contábeis. Assim, busca-se a redução de custos com armazenamento de documentos e também se diminui os encargos com obrigações acessórias.

Os diferentes tipos de Sped

Veja quais são os diferentes tipos de Sped e como cada um deles afeta sua empresa:

1. Sped Contábil

O Sped Contábil substitui os Livros Diário, Razão e/ou Balancete Diário. Neste caso, ao contrário de fazer os livros físicos, em papel, a empresa apresenta apenas 1 arquivo digital, a ECDEscrituração Contábil Digital.

Segundo a Instrução Normativa RFB nº 787 de 19 de novembro de 2007, eram obrigadas a participar do Sped Contábil apenas as empresas com tributação pelo lucro real.

Entretanto, a partir de 01/01/2014, as empresas tributadas com base no lucro presumido, também ficaram obrigadas a entrega do ECD – Escrituração Contábil Digital.

Em resumo, todas as empresas com exceção das optantes pelo Simples, estão obrigadas a transmitir a ECD.

Você pode baixar o Manual de Orientação da ECDEscrituração Contábil Digital no site da Receita Federal, clicando aqui.

 

2. Sped Fiscal

Também chamado de EFD (Escrituração Fiscal Digital) é o arquivo digital que informa todos os documentos fiscais do período em que são apurados o IPI e o ICMS. Representa a escrituração fiscal da empresa e deve ser apresentado conforme previsto na legislação.

Empresas contribuintes do IPI e ICMS, exceto alíquotas dispensadas (que variam por Estado), devem apresentar o Sped Fiscal. Ou seja, ao invés de fazer os livros de Entradas e Saídas para apuração de ICMS e IPI, com o Sped Fiscal tudo vira digital.

Vale lembrar que o programa Fcont – Programa Validador e Assinador , fornecido pelo próprio SPED, valida informações e verifica campos com preenchimento incorreto antes do envio dos dados pela internet. Você pode baixar o arquivo no próprio site do Sped.

O site da Receita Federal também disponibiliza um Guia Prático da EFD (Escrituração Fiscal Digital), que você pode baixar aqui.

 

3. NF-e (Nota Fiscal Eletrônica)

A emissão de Nota Fiscal Eletrônica é obrigatória para empresas que exercem determinadas atividades, em especial para contribuintes do ICMS e IPI.

Mesmo que a obrigatoriedade dependa em muito da legislação estadual, salvo algumas exceções, é muito provável que sua empresa também esteja obrigada a emitir a NFe. E, mesmo se não estiver, vale a pena evitar multas e outros problemas aderindo ao programa de forma facultativa.

Para saber se a sua empresa está entre as exceções, ou seja, entre aquelas que ainda não são obrigadas a emitir Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), é essencial verificar com o seu contador, pesquisar na SEFAZ do seu Estado ou ainda, pesquisar no Protocolo ICMS 10/07, disponibilizado pela Receita Federal.

.

Leia também: Como emitir NFe: tudo o que você precisa saber

.

Para emitir Notas Fiscais Eletrônicas, você precisa realizar a opção junto a SEFAZ do seu estado, adquirir um Certificado Digital para o seu CNPJ e ter um sistema para emissão de Notas Fiscais Eletrônicas.

É importante salientar que a SEFAZ do seu Estado disponibiliza um software gratuito para emitir NFe, porém, este software não vai salvar seus dados como cadastro de produtos, estoque e clientes. Ou seja, o tempo gasto no preenchimento no software gratuito da SEFAZ é 6 vezes maior do que utilizando o seu próprio sistema, onde você emite suas Notas Fiscais em segundos.

4. NFS-e (Nota Fiscal de Serviços Eletrônica)

A Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) foi elaborada pela Receita Federal em conjunto coma Associação Brasileira das Secretarias de Finanças das Capitais (Abrasf) e é um documento fiscal que reduz os custos e simplifica a comunicação entre o prestador de serviços e a prefeitura do seu município. Além disso, aumenta o controle sobre a arrecadação do ISS (Imposto Sobre Serviços).

Esse projeto foi criado para beneficiar administrações tributárias, melhorando e padronizando a qualidade das informações, gerando eficiência e aumento da competitividade das empresas. O envio das informações funciona praticamente da mesma forma que a NF-e, porém o ambiente para envio de dados deve ser disponibilizado pelo município.

A Nota Fiscal de Serviço deve ser emitida por todas as empresas que prestam serviços ao consumidor, seja ele pessoa física ou jurídica. O site da Receita Federal também disponibiliza informações completas sobre a NFS-e, que você pode acessar clicando aqui.

5. EFD-Contribuições

O EFD Contribuições chegou para substituir o DACON, a declaração que demonstra os cálculos de PIS e COFINS, demonstrando o valor da Contribuição Previdenciária sobre a Receita. Neste caso, tanto as empresas tributadas com base no lucro real, quanto no lucro presumido, estão obrigadas.

Porém é preciso checar com sua associação de classe se a sua empresa está entre os setores que sofrerem substituição tributária, trocando o pagamento da Contribuição do INSS sobre os salários dos funcionários pela Contribuição Previdenciária sobre a Receita.

Você pode conferir as dúvidas mais frequentes sobre o EFD Contribuições no site da Receita Federal, clicando aqui.

Experimente o software SBgestor, um sistema de gestão simples, completo e confiável, especialmente desenvolvido para as micro e pequenas empresas, que torna a administração do seu negócio muito mais fácil, ágil e competitiva.

E então, sua empresa já aderiu ao Sped e seus diferentes tipos? Você tem utilizado um sistema próprio pra enviar dados e controlar tudo com mais facilidade?  Deixe seu comentário!

Quem somos e o que é o SBgestor?


anuncio 2

Nós somos a SBsistemas e há mais de 12 anos desenvolvemos soluções estáveis e focadas na realidade de nossos clientes. Dentre elas está o SBgestor, o software de gestão feito sob medida para atender as necessidades reais das micro e pequenas empresas.

SBGestor é uma ferramenta poderosa e simples de usar que vai facilitar a rotina da sua empresa gerando mais controle, competitividade e economia. E mais: fazemos questão de garantir custo acessível, agilidade na implementação do sistema e um suporte qualificado que vai conquistar você!


Compartilhe esse post

Comments (8)

  • Juliana Marcondes

    Bom dia, estou tentando fazer meu cadastro para receber informações no e-mail. Mas não estou conseguindo

    28 de setembro de 2017 at 11:53
    • SBsistemas
      SBsistemas

      Olá, Juliana!
      Verificamos que seu cadastro foi realizado com sucesso, sim. 🙂
      Pra confirmar, acabamos de enviar uma mensagem de boas-vindas pra você.
      Por favor, cheque também suas caixas de Promoções ou Spam. Dependendo do seu provedor de e-mail, algumas mensagens podem cair em outra pasta.
      Obrigado e seja muito bem-vinda!
      Equipe SBsistemas

      28 de setembro de 2017 at 12:11
  • Guerra

    Artigo muito esclarecedor, obrigado!

    4 de setembro de 2017 at 21:14
    • SBsistemas
      SBsistemas

      Obrigado, Guerra!
      Abraços da Equipe SBsistemas.

      6 de setembro de 2017 at 15:11
  • Naiara Duarte

    Tentei efetuar o cadastro para receber informações e está dando erro, peço por gentileza que me cadastrem!
    Obrigada

    31 de agosto de 2017 at 01:11
    • SBsistemas
      SBsistemas

      Olá, Naiara!
      Obrigado pelo comentário.
      Realizamos seu cadastro na nossa lista VIP para receber as novidades do Blog e já estamos trabalhando para resolver o erro que mencionou.
      Seja bem-vinda! 🙂

      2 de setembro de 2017 at 12:30
  • DANTAS ALMEIDA

    RECEBER INFORMAÇÕES – PARTICIPAR

    7 de julho de 2017 at 10:42
    • SBsistemas
      SBsistemas

      Olá, Dantas
      Obrigado pelo interesse no conteúdo do Blog.
      Já adicionamos você à nossa lista Vip para receber as novidades.
      Abraços da Equipe SBsistemas

      5 de agosto de 2017 at 21:54

Comments are closed.